quarta-feira, 12 de maio de 2010

Tão intenso



Não sei como começar, mas nas próximas linhas gostaria muito de clarear a todos o que estou sentindo nos últimos dias, são tantas coisas, sentimentos que creio serem novos pra mim, mas mesmo eles sendo tão novos a ansiedade que é velha companheira sempre está na beira de todos eles...
Felicidade eu sinto ao ver que pode estar acontecendo, acontecendo não aquilo que procurei, mas algo que sempre esperei, mesmo que seja inserto, eu estou feliz por isso esta me proporcionando felicidade, engraçado escrever tudo isso, mas preciso aqui colocar, é um sentimento tão bom que devo compartilhar, claro sempre tem alguns momentos que me fazem ver que não á fácil lhe dar com todos eles, mesmo assim me proporcionam muito prazer em desvendá-los.
Em tantos momentos de mil pensamentos, creio que 90% deles são: em como uma pessoa que nunca toquei no real pode me fazer tão bem, sempre ser gentil, dócil, agradável e demonstrar um carinho tão bom por mim mesmo sem abraço? Essa é uma das dúvidas em meio a tudo o que penso, mesmo assim eu logo me recordo que há não só ele assim, mas sim uma querida amiga que está longe, minha irmã de coração Anna. Ahhh ela sabe muito bem do ELE que estou me referindo, vibra tão intensa quando confidêncio tudo a ela, assim como ela me emociona intensamente quando retribui a mim suas confidências e todo o seu amor de irmã, pois é isso mesmo volto a repetir minha irmã. *-*
Enfim...Ele já esteve inúmeras vezes em meu jardim, ele foi incumbido de uma missão lá, creio que ele tem muito prazer de fazê-la, mas a missão mais difícil a ele, é me fazer sorrir, pois bem até então só tem "tirado de letra" os desafios que tem. Nas vezes que ele esteve lá eu me diverti muito, inclusive o rapaz da face que eu não via não apareceu mais lá, somente aquele que me faz sorrir está lá agora, o engraçado é que até o cachorro dele resolveu aparecer por lá, pois bem, alegria completa, nos fez aproximarmos ainda mais, pois na primeira vez que ele esteve lá eu corri dele, sorrindo, bobo que não foi atrás de mim, se sentou embaixo de minha árvore companheira e lá ficou sorrindo também, enquanto eu me joguei na macia e verde viva grama morrendo de rir e o admirando. No mais ele cuida das margaridas de lá, já que das rosas cuido eu e muito bem inclusive, digo sempre que as mergaridas estão com as pétalas brancas, do branco mais puro que já pude ver, o amarelo do pólen mais iluminado que o sol, mas é claro não supera o rei, que ilumina nossos dias no jardim tão intensamente, com sorrisos assim nós o contemplamos.
Lá também tem momentos frios, até mesmo quando o sol ainda está terminando de se por como quando o Einstein (cachorro dele), foi lá, deitamos nós dois na grama por entre as raízes da grande árvore e ficamos olhando para o céu atras das belas folhas, o laranja do por do sol maravilhosamente se acabando e quando a noite se fez nos olhamos e nos juntamos ainda mais para nos aquecermos com o nosso carinho um pelo o outro, e se fez mais um dia intenso no meu jardim.
Já havia dias que não ia para lá, mas ele constantemente admitia que estava sempre a regar as margaridas, teve dias que não foi necessário pois choveu, mas assim sempre fez e eu quando olho está lá o meu jardim encantado e ele a minha espera...
Nesta noite eu fui lá, e dessa vez fui eu que fui até ele, estava a minha espera, me sentei ao seu lado procurando entender sua concentração no lago, que logo a nossa frente tornava tudo tão belo, então o abracei e disse para olhar em meus olhos e perder a vergonha que no momento se fazia, exatamente isso, vergonha chamada timidez, assim eu a fiz sair dali ele então me retribuiu na intensidade que eu esperava o meu carinhoso abraço, eu sorri pra ele, ficamos lá imóveis abraçados sentindo o vento no meu cabelo fazendo com que ele sempre tomasse cuidado, então eu rindo do desfeixo, dormi dão tranquilamente sentindo as batitas em seu peito, eu me senti protegida como nunca havia me sentido.

2 comentários:

Schermak, Anna disse...

Me sinto lisongeada em poder ser tua irmã *-* Em ter você do meu lado!
Eu te amo <33

André disse...

Compartilho todos esses pensamentos e sentimentos intensos. O jardim é o que existe de mais agradável e alivia todas as dores e angústias, espero não ser expulso de lá. No que depender de mim, as margaridas estarão sempre bonitas e saudáveis aguardando tua presença! Beijos Doce Tereza =)