sábado, 14 de agosto de 2010

Dizeres de uma semana.






Passo horas ouvindo músicas que me lembram fatos bons, mas que ao mesmo tempo por não se repetirem me fazem chorar, chorar, sumir.


"-A menina do copo com água pode não querer se isolar dos demais, apenas se sente diferente de todos eles."


"-Vai encontrá-la. -Mas eu nem a conheço. -Vai conhecê-la."

Por mil vezes antes Eu queria saber se há algo mais, algo mais

Como posso querer eu uma alma perfeita, um corpo perfeito, se eu sou o que sou, uma terrível humana, que não sabe nada da vida?Sou desastre!

Estou com saudades, estou com raiva, estou com amor, estou com pavor, estou triste, estou solitária, estou com vontade de dizer besteiras.

Estou com vontade de ser saudade, saudade apenas, não ser pra vida inteira de alguém, já mudei muito, desejei o pra sempre...

Não sei contar as estrelas, grandioso céu me apresenta quem sabe, eu ficarei muito feliz!


"No jardim, eu vi as flores trocando de cor, conforme meu humor elas mudaram o seu tom, foram do amarelo ouro, ao cinza, dei graças de não ver o preto em minha frente, no branco do vestido se passava momentos que tenho saudades, momentos que em minha mente custavam para eu fazer voltar e assim revê-los, no vestido, pareciam estar acontecendo ao vivo, mas eu apenas estava a assistir, logo notei que eu estava me fazendo lembrar, tudo isso é fruto de minha mente, margaridas me perdoem, ser da face iluminada tenho dificuldades para ver seu rosto em meio as margaridas nas lembranças que pacerem acontecer instantaneamente em meu vestido branco, não quero realmente que se vá, eu desejo isso, mas respeito qual for o seu desejo."


2 comentários:

[јuṡτ] яuαṉ disse...

Muito lindo o post, eu pensei já tantas vezes nisso: "Como posso querer eu uma alma perfeita, um corpo perfeito, se eu sou o que sou, uma terrível humana, que não sabe nada da vida?Sou desastre!"

É tão consolador ao mesmo tempo que é devastador.

Larissa disse...

Ficar ouvindo músicas para lembrar de momentos que não vão voltar, é que eu mais tenho feito, e dói tanto, tanto.
Desculpe não comentar mais do que isso, é que esse texto fala muito sobre o que estou sentindo agora, queria ter palavras melhores pra descrever o quanto eu gostei dele.