domingo, 15 de novembro de 2009

Segredo


Segredos, é inevitável não te-los, escondemos desatentos o que é tão natural de dizer, em meio a pesadelos temos medo de temer que fomos injusos assim com o mundo e na calada noite eles apareceram para vingança, eu nem lembro de meus sonhos só sei que sonhei, minha cabeça está insistindo de guardar o segredo de mim, o que eu sonhei? Bem é complicado, mas em meio a isso eu só vejo uma saída escrever o que sinto, talvez tudo esteja relacionado a isso, motivos eu tenho milhões para chegar a essas conclusões, calafrios só de pensar que em grandes olhares se encondem muitas palavras, que em palavras se escondem sentimentos e que em tudo isso se constroem as máscaras. Eu gosto de ler de tudo dos momentos bons e dos insultos, pois tudo isso faz parte de minha vida, de vidas, de muitas vidas, assim então o que seria minhas palavras se eu não me apaixonasse, o que seriam minhas palavras a alguém triste se eu não chorasse também, o que seria eu sem meus problemas, eles me tornam cada vez mais forte, mas dos segredos eu tenho medo, eu tenho muito medo de todos os segredos apesar de ter os meus eu temo pelos de muitos.

2 comentários:

Carol disse...

eu nen me lembro dos meus sonhos,só me lembro que sonhei! no minimo profundo.

Schermak, Anna disse...

Você consegue escrever tão bem *-*
Continue assim CI *O*